• Prodígio Digital

Saiba o que pode fazer ou não na Propaganda Eleitoral Gratuita

No próximo dia 27 de setembro será o início OFICIAL das campanhas eleitorais municipais. Nesta data, o candidato está autorizado a começar suas passeatas de rua, campanhas nas redes sociais e internet como um todo. Existem diversas estratégias para cada canal e para o público em questão.


Bandeiras, adesivos, impressos gráficos permanecem permitidos e os brindes proibidos, de acordo com a legislação eleitoral.


COMO FAZER CAMPANHAS POLÍTICAS NA INTERNET? CLIQUE AQUI!

Será permitido através da internet pedir votos explicitamente, falar sobre suas propostas e também fazer mídia paga através de anúncios e impulsionamento de publicações nas redes.



PRECISA DE AJUDA PARA CONHECER OS FORMATOS DE VÍDEO DE CADA REDE? CLIQUE AQUI.

PROPAGANDA ELEITORAL GRATUITA: RÁDIO E TV


A partir de 09 de outubro a propaganda eleitoral gratuita será veiculada na TV e no Rádio, permanecendo até 13/11/2020. Em caso de segundo turno, a data de início será 20/11/2020, com término em 27/11/2020.

De acordo com o Estatuto da Pessoa com Deficiência, subtitulação por meio de legenda oculta, intérprete de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) e audiodescrição são obrigatórios.


Veja abaixo o que é permitido ou não, de acordo com a UOL:


Conheça as duas formas de Propaganda eleitoral na TV e no rádio:

A primeira delas é em Bloco, que deverá ocorrer da seguinte forma e horários:

III – nas eleições para prefeito, de segunda a sábado:

a) das 7h00 às 7h10 e das 12h00 às 12h10, na rádio;

b) das 13h00 às 13h10 e das 20h30 às 20h40, na televisão.


Candidatos a vereador não terão espaço na propaganda eleitoral Bloco.

A segunda delas é em Inserções, ou seja, comerciais, de 30 segundos ou 1 minuto cada.


COMO USAR O STORYTELLING COMO FERRAMENTA EM CAMPANHAS PARA ELEIÇÃO? CLIQUE AQUI.


Para isso, cada emissora de rádio e televisão destinará 70 minutos diários. Este tempo será dividido ao longo da programação, de segunda-feira a domingo, das 05:00 as 24:00 horas, e serão divididos na proporção de 60% para prefeito e de 40% para vereador.


A distribuição deste tempo levará em conta os blocos de audiência entre:

a) as cinco e as onze horas;

b) as onze e as dezoito horas;

c) e as dezoito e as vinte e quatro horas.


Na propaganda eleitoral dos candidatos proporcionais, é possível a exibição de acessórios com referência ao candidato majoritário, como cartazes ou fotografia ao fundo.


Também é possível a apresentação de depoimentos de outros candidatos da mesma coligação, exclusivamente para pedido de votos ao “dono” daquele espaço de propaganda gratuita. A legislação autoriza, também, a participação de qualquer cidadão, desde que não seja remunerado e não seja filiado a partido político adversário.

PROGRAMA DE RÁDIO PARA CAMPANHAS ELEITORAIS? TEMOS!

Ainda, é possível a divulgação de pesquisas informando com clareza, o período de sua realização e a margem de erro, não sendo obrigatória a menção aos concorrentes, desde que o modo de apresentação dos resultados não induza o eleitor em erro quanto ao desempenho dos demais.


Não é permitida a divulgação no rádio e na TV de qualquer propaganda eleitoral paga.

Também não se admite a participação de qualquer pessoa mediante remuneração.


A lei eleitoral proíbe a utilização de montagem ou trucagem, computação gráfica, desenhos animados e efeitos especiais, mensagens que possam degradar ou ridicularizar candidato, partido ou coligação. (Foi declarado inconstitucional – ADIn 4451)


Outra vedação é transmitir, ainda que sob forma de entrevista jornalística, imagens de realização de pesquisa ou qualquer outro tipo de consulta popular de natureza eleitoral em que seja possível identificar o entrevistado ou em que haja manipulação de dados.

Também não se admite o emprego de meios publicitários destinados a criar artificialmente na opinião pública, estados mentais, emocionais ou passionais.


Por fim, veja que não pode ser incluída, no horário destinado aos candidatos às eleições proporcionais, propaganda das candidaturas e eleições majoritárias, ou vice-versa. Sobre esse assunto, há a ressalva para a utilização, durante a exibição do programa, de legendas com referência aos candidatos majoritários, ou, ao fundo, de cartazes ou fotografias desses candidatos, ficando autorizada a menção ao nome e ao número de qualquer candidato do partido ou da coligação

No segundo turno das eleições será proibida, nas propagandas eleitorais, a participação de filiado a partido político que tenha formalizado apoio a outros candidatos.

Ainda em relação ao 2º turno, a divisão do tempo na televisão e rádio serão iguais entre os concorrentes, e será divulgada diariamente, de segunda-feira a sábado:

a) das 7h00 às 7h10 e das 12h00 às 12h10, na rádio;

b) das 13h00 às 13h10 e das 20h30 às 20h40, na televisão.

Quer montar sua campanha política em diversas plataformas? Conheça a Prodígio Digital. Sua campanha eleitoral com foco e estratégia, solução completa para campanhas eleitorais em Rádio, TV, Redes Sociais e WhatsApp.

Playlist do Youtube? Clique aqui.

Jingles para Campanha Eleitoral? Clique aqui.

https://www.prodigio.digital/campanha-eleitoral


Contato: falecom@prodigio.digital

Acesse nossas redes sociais:

Facebook

Youtube

Instagram

Linkedin

Spotify

Sound Cloud

#campanhapolitica

#jingleparacampanhapolitica

#podcastsparacampanhapolitica

#produçãoaudiovisualparacampanhapolitica

#estratégiaparacampanha

#storytellingparamarketingpolitico


13 visualizações
  • Linkedin Prodígio Digital
  • YouTube Prodígio Digital
  • Spotify Prodígio Digital
  • Instagram Prodígio Digital
  • Facebook Prodígio Digital
  • SoundCloud Prodígio Digital

Rua Padre Anchieta 2194, Sala 403. Bigorrilho, Curitiba - PR.

falecom@prodigio.digital

 

© 2020 Desenvolvido por Prodígio Digital.